Lentidão e respostas inconclusivas: contadores relatam dificuldades com atendimento da Sefaz RS

Em reunião articulada pelo deputado estadual Giuseppe Riesgo (NOVO), profissionais contábeis manifestaram a representantes da Secretaria da Fazenda do Estado do Rio Grande do Sul (Sefaz) uma série de entraves no portal de atendimento, nesta sexta-feira (22).

Conforme Riesgo, o encontro foi viabilizado a partir de numerosas solicitações por parte dos contadores para que os atendimentos se normalizassem em um período mais curto de tempo. “Entendemos que, com a execução regular dos serviços, é de fundamental acordo o atendimento presencial. Na ausência desta alternativa, precisamos garantir mais celeridade no portal de consultas do órgão”, menciona.

O contato hoje já é realizado estritamente por e-mail, sem possibilidade de comunicação via telefone ou presencial. Nesta configuração, como relatam os profissionais, o tempo médio de espera para cada correspondência possui um intervalo, em média, de três a quatro dias – em casos mais críticos, há registros de uma demora de até sete dias. Com isso, a resolução de dúvidas pode levar mais de um mês para ser concluída.

Presentes na reunião, os contadores Carlos Almeida, Guilherme Bordin e Rinaldo Righi pontuam estarem cientes sobre o processo de migração que passa a Secretaria da Fazenda para um atendimento exclusivamente virtual. Em virtude disso, reforçam as consequências trazidas pela morosidade no sistema. “Por conta do nosso ofício, recebemos muitas demandas de caráter imediato e ficamos prejudicados sem ter a quem recorrer”, declara Almeida.

Outro ponto sinalizado trata da inconclusão dos atendimentos. Em regime de plantão, os profissionais de deparam com respostas sem caráter terminativo – neste cenário, precisarão abrir um novo requerimento de atendimento para uma consulta formal, estendendo ainda mais a espera.

Como encaminhamentos do encontro, o deputado irá cobrar mais celeridade no andamento das consultas via e-mail da Sefaz e irá monitorar a situação a partir de reuniões recorrentes com Conselho Regional de Contabilidade do Rio Grande do Sul do Rio Grande do Sul (CRC-RS).

Fonte: Notícia em Destaque

Galeria de Imagens
Outras Notícias
Denúncia espontânea não se aplica em caso de compensação, decide Carf
Carf afasta PIS sobre correção de provisão técnica de sociedade de capitalização
Portaria sobre compensação tributária deve gerar judicialização, dizem advogados
STF decide que crédito presumido de IPI a exportadoras não integra o PIS/Cofins
Receita Federal regulamenta a ''Autorregularização Incentivada de Tributos'' para contribuintes com débitos fiscais
Os detalhes da MP que limita compensação tributária e reonera a folha
Entra em vigor lei que altera regras de tributação de incentivos fiscais
Ministério da Fazenda anuncia medidas que asseguram a sustentabilidade fiscal
Lula sanciona com veto lei complementar que faz alterações na Lei Kandir
MP de reoneração da folha de salários prevê alíquota cheia a partir de 2028
Justiça Federal condena dois empresários do ramo frigorífico a penas de quatro anos por sonegação fiscal
Crédito presumido de IPI no PIS/Cofins: vence posição próxima à 'tese do século'
Após votação histórica, Congresso promulga a Reforma Tributária. Veja o que muda nos impostos
RFB regulamenta regularização de créditos tributários decorrentes de decisões em favor da Fazenda Nacional com base no voto de qualidade no CARF
Repetitivo vai decidir sobre legalidade da inclusão de PIS e Cofins na base de cálculo do ICMS
STJ decide que PLR de diretor não pode ser abatida do IRPJ e da CSLL
Fazenda ainda luta por manutenção de vetos à multa qualificada e garantias
Câmara aprova medida provisória da tributação dos incentivos fiscais
Novas restrições ao uso de prejuízo fiscal e base de cálculo negativa na transação
Sancionada lei com nova tributação para fundos de investimentos e offshores
ICMS-ST também não compõe a base de cálculo de PIS e Cofins, decide STJ